CEN aguarda a auditoria técnica solicitada pelos partidos políticos da oposição

Durante a conferência de imprensa concedida aos órgãos de comunicação social, na manha do dia 26 de Maio, para anunciar o resultado provisório do Recenseamento Eleitoral de Raiz 2017, o Presidente da CEN, Alberto Pereira emitiu a opinião da CEN sobre a autoria técnica à base de dados da CEN solicitada pelos partidos políticos da oposição. O Presidente da CEN foi peremptório em afirmar, que a CEN não tem, nunca teve e nem poderá ter algo contra uma auditoria técnica, desde que seja realmente técnica e não uma auditoria política. 

Segundo Alberto Pereira, “estamos totalmente abertos para sermos auditados, porque para além de não ser a primeira vez que a CEN estaria a ser auditada, também nos interessa essa auditoria, para vermos se poderemos terminar com esse clima de suspeição exacerbada e acusações infundadas contra a CEN. Após a auditoria, aqueles que continuarem a difamar a instituição, deverão ser responsabilizados pelas suas infundadadas declaraçoes. Não poderemos continuar a viver neste clima. O pior, é que perante as câmaras as pessoas dizem o que lhes vêm na mente, e atrás das câmaras quando deparem com o Presidente da CEN, dizem-lhe para não se preocupar porque tudo isso é política…”.

Foi neste tom peremptório que o Presidente da CEN respondeu a questão colocada por um jornalista na conferência de imprensa.

 

Comissão Eleitoral Nacional, 26 de Maio de 2017.

Anterior Mapa - Calendário do Recenseamento Eleitoral de Raiz 2017
Seguinte Mapa dos locais de Exposição pública dos Cadernos Eleitorais (10 à 24 de Junho)